L'Arche nasceu de um encontro, o de Jean Vanier, acompanhado pelo Padre Tomás Philippe, com dois homens com deficiência mental, Raphael e Philippe.

 

Aconteceu em 1964, poucos meses depois, Jean Vanier instala-se numa pequena aldeia do Oise, em Trosly-Breuil, com os seus novos amigos. Não há grandes projetos comunitários para este ex-oficial naval, filósofo canadense, mas um forte desejo de viver juntos e a certeza do que ele vem de realizar vai durar…

 

Atualmente, L’Arche acolhe no mundo inteiro pessoas com deficiência mental. Em mais de 130 comunidades em cinco continentes, elas compartilham uma vida fraterna com mulheres e homens comprometidos ao seu lado e jovens voluntários de todo o mundo. Também hoje, em França, elas possuem pequenas estruturas médico-social nas quais encaixam uma vida fraterna e comunitária. As comunidades de  L'Arche são comunidades de fé. Em França, eles têm suas raízes na Igreja Católica ...

 

 

 

 

 

             Entre elas, à mais de 30 anos, L’arche de la Vallée, que floresceu  na Drôme des Collines . Hoje ,existem cinco casas espalhadas  nas  aldeias de  Hauterives  e de  Châteauneuf de Galaure, que acolhem  39 pessoas com deficiência intelectual ,entre elas 24 são benificiárias das actividades do centre de acolhimento de dia.
Hauterives, que ficou famosa pelo "Palais Ideal" du  factor Cheval, é uma aldeia turística e dinâmica. A marca de Chateauneuf-de-Galaure é mais espiritual com a presença de Marthe Robin e o primeiro Foyer de Caridade.

             De forma mais ampla l’Arche de la Vallée desejou abrir-se  sobre realidades mais distantes desenvolvendo uma geminação com L’Arche em África e particularmente a comunidade de  Bonoua  (Costa do Marfim).


             Esta vida simples e extraordinária vos questiona, vos chama? 


             Como se comprometer?


             Sinta-se livre para nos ligar  e visite-nos para mais informações!